segunda-feira, 19 de julho de 2010

TONS DE AZUL

Vivem nas bermas do mundo
Nos longes do outro
Ela tem oceanos na cabeça
Fantasmas vagueando por lá
Nas areias douradas
Ele percorre os grandes desertos
De ventos e silêncios
Ela dança ao som de mil girassóis
Com o seu vestido de cetim azul
Desenhando sensualidades
De tangos e boleros ecoando na tarde
Ele aquieta-se na calmaria do crepúsculo
Afundando-se com o sol no horizonte
Vidas desaguando em azuis diferentes
Mas adormecem nos sonhos de cada um

GED

3 comentários:

Bípede Falante disse...

GED, você é mesmo um poeta :)

cduxa disse...

Lindo. Lindo. Lindo.

Ma Ferreira disse...

Amei!!!


Ma Ferreira