quinta-feira, 29 de julho de 2010

VEM!

Vem
Mostra-me o caminho
Desse tecido de que fazes os sonhos
Onde os poemas não têm razão de ser
Não preciso de fotografar
Apenas sentir, tocar sem pudor
Vem
Dá-me a mão
Ensina-me a geografia dos teus céus
Borda-me os poemas que farei
Sem rumos, nem desvios, nem distâncias
Entra. Chega mais perto
Vem até à beira
Vem!

GED

4 comentários:

Ma Ferreira disse...

Sensual..adorei!!

Ma

Ma Ferreira disse...

Vem..que a vida tem pressa.
Não perca esse trem.
Perca o medo..VEM!!

Ma

Balaio da Vivi disse...

Coincidência - olha a Ma!!! (rs)
Tbm gostei muito deste!
Acho que as mulheres gostam deste bastante...
Um abraço.
Vivi.

Ma Ferreira disse...

rsrsr Vivi...vc por aqui?
Linda musica vc não acha?
rs
Bjkas